Marco Feliciano manda recado aos governadores que estão perseguindo a igreja

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (Republicanos – SP) mandou um recado aos governadores e prefeitos que estão perseguindo as igrejas evangélicas.

O parlamentar publicou um vídeo em suas redes sociais repudiando tal atitude dos políticos, aos quais ele se referiu como tiranos vestidos de governadores e prefeitos.

Feliciano disse que esses gestores estão usando a tragédia da pandemia de maneira covarde para fecharem os templos, e supostamente, implantarem de vez o “império do mal e subversão dos costumes”.

O pastor destacou que eles não fecharam a igreja para sempre, pois Deus irá agir, e frisou que essa perseguição é uma forma de retaliação, porque os evangélicos apoiam o presidente Jair Bolsonaro que é um homem honesto e íntegro.

Além disso, o deputado apontou que, assim como ele, há um batalhão de mais de 100 deputados e senadores evangélicos observando tudo o que está acontecendo.

Feliciano ressaltou que no país existem mais de 70 milhões de evangélicos que estão esperando uma atitude, e que já resistiram ao PT, kit gay, ideologia de gênero e que também resistirão a esses gestores.

Ele finalizou dizendo que a igreja de Cristo permanecerá de pé, e que as portas do inferno não prevaleceram contra ela.

“Não adianta soltarem bandido, que iniciam seu discurso de ódio contra nós cristãos, pois Deus, esse Deus que nós servimos, tem um plano, e já levantou um homem pra defender o seu povo”, disse.

Marco Feliciano finalizou o vídeo lembrando que, no dia 29 de março, haverá um jejum pelo Brasil, e convocou a todos para orarem e pedirem a Deus por livramento.

Fonte: Gospel Prime

Categoria:Opinião